Entenda a importância da curva ABC para seu estoque

By | 16 de dezembro de 2014

Tirar do planejamento teórico e fazer com que uma boa gestão de estoque vire realidade é um dos grandes desafios da administração, principalmente para pequenas e médias empresas. Esta ferramenta de lançamentos e controle é fundamental para que a empresa alcance maior agilidade, reduza custos desnecessários e consiga se destacar competitivamente no mercado.

Neste sentido, para que a gestão tenha qualidade e utilidade, vale a pena classificar as mercadorias de acordo com a importância ou valor agregado que possuam para os seus negócios. É aqui que entra em cena a conhecida curva ABC ou 20-80. Você conhece esta ferramenta tão importante?

O método de classificação da curva ABC

A tarefa de categorizar os produtos conforme grupos de importância, valor ou impacto que causam em sua empresa pode ser muito conveniente porque, com isso, é possível separar muito bem os grupos estocados. Por conseguinte, será viável uma prevenção da perda ou da diminuição de custos daqueles artigos que sejam prioritários, mais onerosos ou que exijam mais tempo de produção para o bom funcionamento do seu negócio. Uma classificação nestes termos terá efeitos positivos na produtividade, logística e distribuição dos bens em questão.

A curva ABC passa a ser uma ferramenta extraordinária neste contexto, justamente porque é um método eficaz para determinar o grau de importância relativa dos itens estocados e lhes perfazer um controle mais rigoroso e confiável. Tomando por base o raciocínio desenvolvido pelo economista italiano Vilfredo Pareto, o princípio 80-20 assegura que, em muitos eventos e fenômenos, 80% das consequências têm origem em 20% das causas.

Este conceito passou a ser dirigido de maneira adaptada a vários ramos científicos, como na Economia, por exemplo, em estudos sobre renda e riqueza, apontando que em torno de 20% da população mundial concentrava 80% do capital. E para a Administração, contribuiu para novos entendimentos sobre identificação de perfis de clientes, vendagem direta de produtos, e também no setor de estocagem.

Como funciona a curva ABC

As letras A, B e C são tradicionalmente empregadas para representar classes ou grupos de produtos. Os fatores que influenciam nos percentuais a serem observados variam de acordo com as atividades que a empresa desempenha, o giro no estoque, a quantidade armazenada, a margem de lucro em certo período, dentre outras. Desta forma, as demandas não são matematicamente determinadas, e funcionam mais ou menos como explicamos abaixo:

  • Produtos de Classe A: são aqueles classificados como de maior importância, valor ou quantidade. São os itens para os quais a empresa concede mais prioridade, correspondendo a 80% do estoque, distribuído em 20% do total de mercadorias no período;

  • Produtos de Classe B: são os que são considerados com importância, quantidade ou valor intermediário, importando em média prioridade e correspondendo a mais ou menos 15% do estoque, distribuído em 30% dos itens armazenados;

  • Produtos de Classe C: são os que apresentam menor importância, valor ou quantidade, satisfazendo a 5% do estoque, e se enquadrando a 50% de produtos considerados em um dado período.

No caso, os produtos classificados como de Classe A recebem dos gestores um tratamento mais distinto, já que seriam mais preciosos para a empresa.

Como fazer o cálculo personalizado da curva ABC

Se o administrador pretende montar uma curva ABC, inicialmente deve levar em conta todos os produtos que estejam armazenados em determinado período. Depois, cada item precisa ser registrado de acordo com fatores diversos, como valor unitário, descrição, quantidade e valor total (multiplicação do preço unitário pela quantidade), dentre outros aspectos indispensáveis.

É preciso colocar, então, os produtos em ordem segundo seu valor total, a fim de se examinar a porcentagem que o valor de cada item representa para sua empresa, em contraste ao valor total acumulado de todos os produtos estocados. Para isso, o gestor deverá utilizar planilhas para construir os cálculos, manualmente ou em seu computador pessoal, aplicando-se as fórmulas pertinentes.

Os gestores de hoje em dia, no entanto, não precisam se preocupar com cálculos complexos ou com práticas difíceis de entender, desempenhar e examinar. Atualmente, existem alguns softwares e sistemas informatizados que contribuem para a otimização do tempo e da produtividade da empresa com a classificação da curva ABC, bastando cadastrar e registrar os dados de entrada das operações. Se você quer saber como utilizar a tecnologia a favor de sua empresa, entre em contato com a gente!

 

Baixe grátis nossa Planilha de Curva ABC: banner materiais educativos
Baixe grátis nossa Planilha de Preços de Promoções: banner materiais educativos

2 thoughts on “Entenda a importância da curva ABC para seu estoque

  1. juquinha

    Gostei muito, muito bem explicado, muito bem elaborado, aprendi a fazer a curva ABC rápidinho apos ler este artigo! parabéns a quem escreveu 😀

  2. juquinha

    INTERESSANTE! É muito simples de se fazer a curva abc e ajuda muito nas empresas hoje em dia! é super importante para um estoque eficiente!

Comments are closed.