Sua empresa já tem um plano de negócios?

por | dezembro 19, 2016

Criar um plano de negócios consistente é o primeiro passo para levar sua pequena e média empresa em direção ao sucesso. Desde o valor que você tem disponível para contratação de colaboradores até o planejamento de expansão, tudo é previsto no plano de negócios, que funciona como uma espécie de guia para manter a sua empresa na direção certa. O documento é a ferramenta que irá manter o empreendedor focado nas suas metas e lhe dará força e direção para seguir adiante quando encontrar obstáculos pelo caminho.

E a sua PME, já tem um plano de negócios? Confira tudo sobre o assunto e saiba por que é tão importante investir na elaboração deste documento!

O que é um plano de negócios?

Um plano de negócios consiste, basicamente, em uma descrição por escrito do futuro do seu negócio. Ou seja, um documento que mostra onde sua empresa quer chegar e como você vai fazer para alcançar este objetivo. O plano não é um bicho de sete cabeças! É simples: se você coloca no papel qual é a sua estratégia de negócio, parabéns, você já deu o primeiro passo no desenvolvimento do plano.

Por que ele é importante?

O plano de negócios pode auxiliar na execução de diversas tarefas. É um guia valioso tanto para quem o escreveu quando para quem o está lendo. O documento é essencial, por exemplo, para pequenos empresários que estão buscando investimento para seus negócios, já que, com o plano de negócios em mãos, eles conseguem mostrar a visão e as perspectivas de suas empresas para potenciais investidores. A ferramenta também é muito útil para empresários que estão tentando atrair colaboradores-chave para seus quadros, prospectando novos negócios, lidando com fornecedores ou simplesmente tentando entender como podem melhorar a forma como gerenciam a companhia.

O que um plano de negócios deve conter?

Em linhas gerais, o documento deve conter as metas do negócio, as estratégias que serão utilizadas para alcançá-las e os potenciais problemas que você pode encontrar pelo caminho, além dos modos como pretende superá-los. É importante, ainda, acrescentar ao plano a estrutura organizacional da sua empresa (incluindo cargos e responsabilidades) e, finalmente, a parte financeira, ou seja, o capital necessário para começar/manter o seu negócio, além dos balanços da companhia.

Como estruturar o documento

Um bom plano de negócios geralmente segue um padrão tanto em relação ao conteúdo quanto à forma. Neste sentido, uma estratégia eficaz é estruturar o documento em três grandes áreas. A primeira é o conceito do negócio. Nesta parte, você irá discutir a área/indústria em que sua empresa está inserida, a estrutura da companhia, falar sobre seu produto/serviço e como você planeja tornar a sua empresa um sucesso. A segunda parte do seu plano abordará o seu mercado. É aqui que você descreverá e analisará o perfil dos seus clientes em potencial: quem são e onde eles estão, o que os motivam a comprar, quais são seus hábitos de compra, suas preferências, etc. Nesta setor do plano, você também abordará quem são os seus concorrentes e como você pretende se diferenciar em relação a eles. Finalmente, há a seção financeira. Nesta terceira parte, é importante descrever o seu fluxo de caixa e sua receita, o balanço da empresa e outros dados relativos às finanças da companhia. Se necessário, peça a ajuda do seu contador para fornecer as informações mais acuradas.

Colocar no papel ideias e conceitos é fundamental para o futuro da sua companhia. Desta forma, é possível prever eventuais obstáculos e elaborar estratégias para vencê-los, além de contar com uma orientação acurada acerca dos objetivos e rumos da sua PME. Comece agora a escrever seu plano de negócios e a planejar o futuro da sua empresa!

Baixe grátis nossa Planilha de Curva ABC: banner materiais educativos
Baixe grátis nossa Planilha de Preços de Promoções: banner materiais educativos